Semana de Halloween – 5 filmes de terror baseados em fatos reais

Muitos filmes de terror têm uma origem bem mais bizarra do que se imagina: a vida real. Fantasmas, possessões, assassinatos e exorcismos serviram de inspiração para roteiristas de Hollywood criarem alguns dos longas mais aterrorizantes de todos os tempos.
Fonte: Mundo Estranho
Conheça cinco casos inacreditáveis que geraram filmes de terror inesquecíveis.

5. Chucky, o Boneco Assassino (Child’s Play, 1988)

O Filme: Charles Lee Ray, um famoso estrangulador, é perseguido pela polícia e acaba entrando em uma loja de brinquedos, mas é fatalmente atingido no coração por um policial. Antes de morrer, Charles realiza um ritual vodu e transfere sua alma para um boneco, o Chucky da linha Good Guys. Um mendigo encontra o brinquedo e o vende para uma mulher que dá Chucky de presente para seu filho Andy. Charles descobre que, para ressuscitar, precisa transferir sua alma para o garoto presenteado, Andy Barclay, ou ficará aprisionado no boneco para todo o sempre.

A Realidade: Uma enfermeira conhecedora de magia negra resolveu vingar-se de seus patrões. Ela amaldiçoou um boneco, que tinha 1 m de altura, e entregou-o para o filho deles, Gene. O garoto nomeou-o de “Robert”.

Coisas inacreditáveis começaram a acontecer: os pais ouviam Robert responder a Gene. Além disso, o garoto tinha pesadelos constantes e acordava desesperado – quando seus pais corriam em seu socorro, encontravam o quarto bagunçado e o boneco encostado aos pés da cama. O garoto gritava: “Foi o Robert!”.

O boneco foi trancado por muito tempo, mas, anos depois da morte de seus pais, Gene resolveu tirá-lo do sótão e ficou com ele. Após sua morte, a filha dos novos proprietários encontrou Robert e ele a perturbou por muito tempo. Atualmente, Robert está trancado no Key West Martello Museum, nos EUA.

4. Evocando Espíritos (The Haunting In Connecticut, 2009)

O Filme: Quando Matt é diagnosticado com câncer, sua família muda-se para um local mais próximo da clínica de tratamento do garoto. Aos poucos, o jovem apresenta sintomas diferentes do normal e uma mudança comportamental. Quando os pais do garoto pesquisam o histórico da casa, descobrem que o local fora um centro de pesquisa e de contato com espíritos.

A Realidade: A família Parker se mudou para Connecticut para estar mais próxima do local de tratamento de Paul, que estava com câncer. Paul dormia no porão, onde a família encontrou objetos utilizados para embalsamento. Após essa descoberta, todos os habitantes da casa passaram a relatar fenômenos impressionantes como vozes, vultos e a possessão do garoto. Ele atacou seus familiares e precisou passar por um exorcismo. Após isso, a casa foi “limpa” e o jovem foi curado do câncer, de acordo com sua família.

3. Horror em Amityville (The Amityville Horror, 1979)

O Filme: George e Kathy mudam-se para uma casa onde ocorreu um assassinato brutal. A família começa a notar acontecimentos curiosos e também estranhos, como cheiros e barulhos bizarros. Logo notam que existe uma presença terrível e oculta na casa. 28 dias após sua chegada, a família sai da casa. Fogem de uma morte certa nas mãos dos hóspedes indesejados que ainda lá vivem.

A Realidade: Os Warren trataram desse caso, que é um de seus mais famosos. Tudo começou em 1974, quando a família Defeo foi brutalmente exterminada durante o sono. O assassino foi Ronald, filho de duas vítimas e irmão de outras quatro. Ele admitiu ser influenciado a cometer a chacina por entidades sobrenaturais. A casa fora construída sobre um cemitério indígena (seria bem clichê, se não fosse realidade!). Assim como na obra fictícia, a família ficou apenas 28 dias na casa, pois objetos moviam-se e vozes sussurravam. Em 2010, a casa foi vendida por US$ 950 mil.

2. Invocação do Mal (The Conjuring, 2013)

O Filme: A família Perron (Carolyn, seu marido Roger e suas cinco filhas) mudam-se para uma nova casa. Eles começam a notar acontecimentos sinistros e sobrenaturais que aterrorizam as crianças. Depois de ser atacada, Carolyn pede ajuda a um casal de demonologistas e investigadores paranormais, Ed e Lorraine Warren.

A Realidade: Os nomes são idênticos aos do filme e o espírito que os assola é o mesmo, mas as semelhanças param por aí. Na realidade, os Warren falharam na missão de expulsar o espírito vingativo e a família continuou na casa por muitos anos. Além disso, os Perron conviviam com muitos espíritos – alguns eram amigáveis, como é mostrado no filme.




1. O Exorcista (The Exorcist, 1973)

O Filme: Chris MacNeil é uma famosa atriz que nota mudanças comportamentais em sua filha Regan: a garota torna-se violenta e sua voz engrossa bastante, além de dizer obscenidades. Chris acredita que a garota está mudando devido à puberdade, mas a garota está, na realidade, tomada por um demônio monstruoso que quer destruí-la.

A Realidade: A história real aconteceu com um garoto, Robbie, conhecido pelos pseudônimos Robbie Mannheim e Roland Doe. Um de seus hobbies era brincar com uma tábua Ouija, usada para falar com os mortos. Após a morte de uma tia de quem ele era próximo, fatos estranhos começaram a ocorrer: móveis moviam-se sozinhos e Robbie tinha constantes pesadelos.

Os familiares de Robbie conheceram O’ Boyle, um cardeal que acreditava que tudo que ocorria era devido a um demônio. Um exorcismo foi providenciado, mas o demônio continuou com Robbie.

O garoto influenciou a família e eles mudaram-se para Saint Louis. Na nova cidade, um padre mostrou-se capaz de realizar o batismo de Robbie, contatando o Arcanjo Miguel e exorcizando o garoto, que ainda ficou quatro dias em coma.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.