10 Rituais Bizarros para expulsar espíritos malignos

De andar em brasas até se fazer de tapete humano para vacas, conheça os métodos nada ortodoxos para afastar os visitantes do além. Confira 10 desses rituais bizarros.


10 - Converte e queima.


QUEM: Jovens e adultos

ONDE: Países Islâmicos

Quem acredita que o exorcismo é realizado somente nas religiões cristãs engana-se. No islamismo, eles creem que os Djinn, espiritos malignos discipulos de liblis (espécies de demônios lider), são capazes de possuir individuos e parasitar suas vidas. Para exorcizarem, os fieis jogam água benta, leem palavras do Alcorão e conversam com a entidade dando-lhe duas opções: converter-se ao islamismo ou queimar dentro do corpo




9 - Sauna da Pureza

Quem: Índios Navajos
Onde: EUA

Para se purificar e pedirem ajuda dos espiritos, os Navajos realizam o "sweat lodge", algo como "tenda do suor", que dura de duas a três horas. Homens e mulheres se alojam em cabanas construidas com materiais como galhos de árvores e barro. Pedras são aquecidas em uma fogueira ao lado da tenda e trazidas para dentro, onde são banhadas com água, criando vapor. No ritual, são recitado cânticos e preces.


8 - Casos de Família


Que: Viúvas

Onde: Países Islâmicos


O ritual kutchinga, comum em algumas crenças africanas, obrigava que as viúvas tivessem relações sexuais com um parente do defunto para que fossem purificadas. Isso afastaria os infortúnios e a má sorte dos espíritos ancestrais. Muito solicitado por curandeiros, a pratica aumentou a contaminação pelo vírus HIV entre as mulheres, que acabava abandonadas pelas familias dos falecidos. Isso fez com que ONGs pedissem o fim do ritual, extinto em 2012.





7 - Proteção na Pele

Quem: Monges Budistas
Onde: Tailândia
Neste país de  maioria budista, é comum que os monges façam tatuagens para proteger o corpo. O costume é secular: os guerreiros antigos tatuavam o corpo, pois acreditavam que, assim, não seriam perfurados pelos inimigos em confrontos. Geralmente, tatuam-se textos em sânscrito e figuras de tigres ou dragões. Os monges escolhem o desenho que farão e recitam mantras enquanto fazem sua arte.

6 - Exorcismo Xamânico

Quem: Índios Iecuanas
Onde: Brasil e Venezuela

Quando acreditam que um membro da tribo está possuído por algum espirito maligno, estes indios solicitam um exorcismo ao a'churi (ou aremi), quem tem a posse sobre o cânticos sagrados e é o responsavel na aldeia por expulsar esses maus elementos. Em um ritual para poucos presentes  ele faz invocações mágicas, cantos e gestos com as mãos. Tudo ao toque de tambores e regado a bebida sagrada dos xamãs: o chá de ayahuasca.



5 - Suborno Espiritual

Quem: Hindus
Onde: Índia

Esta religião possui rituais de adoração diários. Mas, quando acreditam que alguém esta possuído por maus espíritos  os hindus seguidores do livro sagrado Vedas queimam excrementos de porco, puxam os cabelos da vítima e chegam a oferecer dinheiro ao espirito para força-lo a sair. Doces também são ofertados. Mas o ritual só tem efeito se muita energia for "canalizada" sobre esses espíritos.

4 - Caminhando no fogo

Quem: Adultos
Onde: Japão

Em março acontece o Festival do Fogo, no Monte Takao.  Além de meditarem nos templos, os japoneses constroem uma enorme fogueira para realizar rituais e afastar os maus espíritos. Quando as chamas desaparecem, o yamabushi (religioso do templo budista japonês) anda sobre cinzas intensamente quentes, seguido pelos outros participantes. Eles acreditam que o ritual também irá protegê-los dos infortúnios que virão no próximo ano.

3 - Cortar pela Raiz
Quem: Homens adultos
Onde: Benin e Togo

é neste países do oeste da África que rola um dos rituais vodu mais antigos do mundo. Para se protegerem dos espíritos malignos, os homens realizam uma dança com facões afiados. Conforme se movimentam, levam cortes nos braços, que podem ser superficiais ou mais profundos. As cicatrizes são depois exibidas com orgulho pelos praticantes. O ritual pode propiciar lesões de nervos e músculos.

2 - Que pulgas os separem

Quem: Crianças de 3 a 9 anos 
Onde: Índia

Em algumas regiões, os fieis acreditam que, se nascer em uma criança algum dente diferente do habitual, seu marido ou esposa irá falecer logo após o casamento. Para enganar os espíritos do mal, os pimpolhos são obrigados a casar com cães. Os demônios acham que a criança também é um cachorro e se afastam. Apesar de comum, o rito é apenas simbólico. O casamento dura até a vida adulta, quando eles, enfim, podem casar com humanos.

1 - Cow Parade

Quem: Homens adultos
Onde: Índia

No vilarejo de Ujjain, durante a festividade de Ekadesi, os homens enfeitam suas vacas com capas, colares, henas e outros adereços. Depois, reúnem-se em algum ponto da cidade e deitam de bruços para que sejam atropelados pelos animais - os bichos literalmente correm sobre o corpo dos voluntarios. Os homens acreditam que as vacas são animais santificados e que, ao serem pisoteados por elas, terão suas orações atendidas e ficarão livres dos maus espíritos. Há muitos perigos para o "atropelado": dependendo do lugar em que o animal pisa, podem rolar fraturas de ossos, perfurações e até mesmo a morte. Os moradores alegam, porém, que nunca ninguém se machucou.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Um comentário:

  1. Só faltou a fonte: Revista Mundo Estranho de Maio/2013!

    ResponderExcluir