Garotinha mumificada há 94 anos abre os olhos

Os olhos de uma menina mumificada em 1920 estariam se abrindo e fechando sozinhos, na Itália. O que você acha que isso significa? A ciência explica ou seria algo sobrenatural?

Rosália Lombardo, uma criança de 2 anos, faleceu de pneumonia, em Palermo, Itália, em 1920, ou seja, há 94 anos. Seu pai ficou completamente desolado e chamou Dr. Alfredo Salafia para embalsamar o corpo da criança. O médico era um renomado embalsamador na época, famoso por ter estudado técnicas de mumificação nas tumbas faraônicas do Egito.

Há pouco tempo, o cadáver de Rosália foi encontrado nas Catacumbas Capuchinhas de Palermo. De todos os corpos achados, o da garota era o único que permanecia totalmente intacto. Acreditava-se que tudo isso se devia às técnicas de mumificação muito bem aplicadas pelo Dr. Salafia. Mas algo mais estaria por vir.

Uma câmera programada para registrar imagens de hora em hora foi posicionada de modo a fotografar a menina. Os olhos de Rosália estão se abrindo e fechando todos os dias e intrigando as pessoas que, muitas vezes, acabam achando que é um milagre e a garota seria uma santa. Mas o que estaria realmente acontecendo? Por que é que a garota, mesmo mumificada há tanto tempo, mexe suas pálpebras dessa forma?

A ciência explica

Aparentemente, não existe nada de paranormal nesse fato. Os flashes das câmeras fotográficas que registram imagens da múmia causam uma fotodecomposição do corpo, e isso, juntamente com a oscilação de umidade, faz com que os olhos de Rosália se abram e se fechem de tempos em tempos, causando esse estranho fato.

Além disso, os cabelos, sobrancelhas, cílios e todos os pelos do corpo de Rosália se tornaram completamente loiros, também devido às alterações de umidade. Se repararmos nas fotos mais antigas, constatamos que Rosália tinha os cabelos bem escuros e eles foram clareando com o passar dos tempos. Não há nada de anormal em tudo isso.



A mumificação do corpo de Rosália

O antropólogo Pombino Mascali conseguiu descobrir a fórmula usada pelo Dr. Alfredo Salafia para o embalsamento do corpo de Rosália. Tudo estava anotado e guardado em poder da família da menina. A fórmula continha formol, álcool, ácido salicílico, glicerina e sais de zinco. Tudo isso junto resultou em um composto muito poderoso.

O formol mata as bactérias, o álcool desidrata o corpo, o ácido salicílico mata os fungos, a glicerina evita o ressecamento e, o mais importante deles, os sais de zinco, dão rigidez ao corpo. Além disso, os pesquisadores descobriram, através de vários exames, que não só o exterior está intacto, mas também todos os órgãos internos.


O corpinho da menina pode ser visitado em Palermo, na Itália. Ele fica exposto, dentro de um pequeno caixão com tampa de vidro, em uma capela no trajeto turístico da catacumba descoberta.
Fonte: Mega Curisos

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.