5 animações que não parecem infantis

Muitas pessoas adora animações, e por isso o blog dhivando resolveu mostrar no blog 5 filmes infantis que não são tão infantis quanto parecem serem. Vamos conferir?

Onde Vivem Os Monstros

Com trilha sonora da descolada Karen O, o filme conta a história do garoto Max, que está cansado de não ter ninguém para brincar. Ele, então, embarca para a terra onde vivem os monstros e lá é nomeado o rei. Tudo parece perfeito naquele mundo distante, até que Max começa a sentir falta de casa e interceptar entre as desavenças dos monstros. O filme é incrível porque, além de ser uma história sobre amizade e os valores da família, mostra a alienação de um mundo que não é o nosso, do qual às vezes queremos fugir.

Alice no País das Maravilhas

A história é famosa e todo mundo já conhece. Alice já virou filme de ação nas mãos de Tim Burton e foi uma das animações mais assistidas da Disney. Uma garota segue um coelho falante, acaba caindo em um buraco e é transportada para o País das Maravilhas, onde encontra coisas inimagináveis. Escrito em 1865 por Lewis Carroll, Alice continua cheio de mistérios e controvérsias, sendo uma das obras do gênero nonsense mais celebradas. Antropomorfismo, alusões satíricas, paródias e enigmas linguísticos e matemáticos compõe essa história que transita, tenuemente, entre o mundo adulto e infantil.

O Mágico de Oz

Depois de um terrível furacão, Dorothy é transportada para a Terra de Oz, onde segue a difícil jornada de encontrar o grande mago e poder voltar para casa. No caminho, ela encontra personagens tão bem construídos que remetem a uma reflexão daquelas. Veja, por exemplo, a dicotomia entre o Homem de Lata e o Espantalho - um quer um cérebro, e o outro um coração, ilustrando um dos grandes dilemas contemporâneos.

Coraline e o Mundo Secreto

Entediada em sua nova casa, Coraline Jones (Dakota Fanning) um dia encontra uma porta secreta. Através dela tem acesso a uma outra versão de sua própria vida, a qual aparentemente é bem parecida com a que leva. A diferença é que neste outro lado tudo parece ser melhor, inclusive as pessoas com quem convive. Coraline se empolga com a descoberta, mas logo descobre que há algo de errado quando seus pais alternativos tentam aprisioná-la neste novo mundo.

Mary e Max: Uma Amizade Diferente

Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle é uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz , um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York. Alcançando 20 anos e dois continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.