Iraniano sobrevive a enforcamento e aguarda saída do hospital para voltar à forca

Nosso recadinho hoje é: nunca mais reclame do seu azar; as coisas sempre podem piorar.

Alireza M., de 37 anos, foi condenado à morte no Irã por tráfico de drogas e deveria ser executado na última quarta-feira. Tudo correu conforme o previsto, exceto por um pequeno detalhe: o réu passou pela forca, mas não morreu.

Mas ainda piora: 12 minutos após o enforcamento, Alireza foi declarado morto e levado ao necrotério. Só quando a família estava preparando o corpo para o velório, os parentes perceberam que ele ainda respirava!

O condenado foi levado às pressas a um hospital local e, por enquanto, ele se recupera das lesões provocadas pela corda… para ser enforcado novamente o.O

Detalhe: a polícia vigia o rapaz 24h para que ele não fuja do segundo enforcamento.

“O veredicto foi a pena de morte, e ela será cumprida assim que o homem estiver bem novamente”, disse uma autoridade judicial à mídia estatal.

Se ele morrer desta vez, é sorte ou azar?
Fonte: Contando Ninguém Acredita

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.