5 lugares onde você nunca vai consegui entrar.

É bem comum que as pessoas tenham uma listinha com alguns lugares que gostariam de conhecer ao longo da vida, afinal viajar é algo incrível e, com um pouco de tempo e planejamento, é possível conhecer qualquer lugar do mundo. Bem, na verdade, não é bem assim. Alguns lugares são secretos e extremamente confidenciais – aceite o fato: você nunca poderá colocar seus pezinhos nos lugares a seguir.
Fonte: Mega Curioso
1 – Centro de operações de emergência Mount Weather


Não só você não pode ir para esse lugar como é bem provável que você nem queira. Mount Weather é um centro que foi construído pelo governo dos EUA em 1950 e funciona até os dias de hoje, sendo que tudo o que acontece lá dentro é extremamente confidencial, misterioso e suspeito. Ninguém sabe o que se faz, de fato, em Mount Weather, mas, se você for um simples turista, é melhor não descobrir. Os caras têm influência até mesmo em satélites que controlam os mais diferentes tipos de comunicação.

2 – Santuário Grande Ise


Este templo sagrado fica no Japão e foi construído no século IV a.C., sendo inteiramente dedicado a Amaterasu, a deusa do Sol. É lá onde está, teoricamente, o Naik, uma espécie de espelho da mitologia japonesa.
O templo é demolido e reconstruído a cada 20 anos, para simbolizar a morte e o renascimento – atualmente, está em processo uma das fases de reconstrução da estrutura. As poucas pessoas autorizadas a entrar no local são alguns padres e membros da família imperial japonesa.

3 – Sala 39


Nem pense em tentar descobrir o endereço deste lugar misterioso e alvo de inúmeras especulações – e é até bom que você seja proibido de entrar nele. A sala misteriosa, que, ao que tudo indica, fica na capital da Coreia do Norte, Pionguiangue, foi criada na década de 1970 e é o local utilizado pelo governo para discutir estratégias de obtenção de uso de moedas estrangeiras. Apenas pessoas de extrema confiança podem entrar nessa sala.
Algumas especulações defendem a ideia de que o local é usado para transações ilegais que envolvem contrabando de armas e tráfico de drogas. A organização é acusada também de usar várias contas bancárias na China e na Suíça para transações ilegais e lavagem de dinheiro. O governo do país nega a participação em operações ilícitas.

4 – Clube White de Cavalheiros


Pode ser chamado também de Clube do Bolinha, já que mulheres são proibidas e as reuniões feitas pela ala masculina não são nada importantes, secretas ou surpreendentes. O clube foi fundado em 1693 na Inglaterra pelo italiano Francis White – seu nome original, não traduzido, era Francesco Bianco –, que, à época, queria apenas divulgar um produto.
Hoje, o Clube White de Cavalheiros é bastante rigoroso quando o assunto é aceitar um novo membro: o candidato precisa ser convidado por alguém que já está no clube e a pessoa que convida deve ter o apoio de outros dois sócios.
Os integrantes do clube têm fama de fazer apostas estúpidas, com a intenção de apenas desperdiçar dinheiro. Uma das situações mais conhecidas sobre isso é uma aposta de 3 mil libras – mais de R$ 10 mil – para escolher, entre duas gotas de chuva na janela, qual seria a primeira a cair naturalmente. E aí, interessado em fazer parte da patota?

5 – Clube 33


Tudo sobre este lugar é estranho. Onde ele fica? Na Disneylândia. O que ele proporciona? Reuniões secretas, venda e consumo de bebidas alcoólicas e festinhas particulares. É proibido entrar? Não exatamente, mas você vai precisar enfrentar uma fila de espera de 14 anos e pagar uma taxa que varia de US$ 10 mil a US$ 30 mil.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.