7 coisas que assombravam suas noites quando você era criança

Sua imaginação abria as portas para muitos monstros e perigos há algum tempo. O lado bom é que lembrar isso hoje em dia é divertido.

Confesse: não importa quão durão você seja nem as aventuras que você se diz capaz de enfrentar sem maiores problemas, o fato é que você já teve algum medo quando era criança. Até porque é simples – e cruel – deixar uma criança com problemas de sono. O bom é que, como muita coisa na vida, depois que passam alguns medos adquirem certa graça. Confira a listinha a seguir e nos conte quais dessas coisas assombravam seu sono quando você ainda era criança:

1 – Ir dormir depois de ver um filme de terror


Aquelas imagens assustadoras pareciam ficar mais nítidas à medida que seus olhos iam fechando. Então, para a sua segurança, você ficava acordado. Em último caso, corria bater à porta do quarto dos seus pais.

2 – O monstro embaixo da cama


Afinal, o que poderia acontecer se você, por acaso, tomasse coragem e fosse conferir o que havia sob o seu colchão? Coisas horríveis, lógico.

3 – Brinquedos que poderiam ganhar vida


Você estava cansado de saber que o plano de muitos brinquedos era assustar criancinhas sonolentas na calada da noite. Não era um medo infundado, era precaução.

4 – Permanecer imóvel em caso de perigo


Estamos falando aqui daquele momento de real pavor, quando você, por descuido, deixava seu pé descoberto. De repente, a porta se abria e você achava que a melhor solução era manter-se completamente imóvel, com o pé para fora e gelado de medo.

5 – Rostos e formas macabras em sombras

Não bastava estar escuro e chovendo, era preciso que tudo colaborasse com o seu pior pesadelo e que você começasse a enxergar as formas de alguém realmente do mal surgindo em sua frente no exato momento em que seu pai descia a escada com uma vela nas mãos.

6 – Pessoas que, na verdade, eram monstros



Você sabia que era preciso apenas sair da sala para que aquela tia estranha tirasse sua máscara e mostrasse a verdadeira face medonha do monstro que ela sempre foi. Na dúvida, você sorria e deixava que ela apertasse suas bochechas.

7 – Barulhos

O que foi esse barulho? Você ouviu? Mesmo que sua mãe jure que foi apenas o galho da árvore batendo contra a janela, você sabe que, por algum motivo muito sinistro no qual você prefere não pensar agora, ela está mentindo. É melhor deixar o volume da TV mais alto.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário