Indiano “morto” se candidata à presidência do país

Santosh Kumar Singh: Morto. (Foto: Reprodução/The Telegraph)
Santosh Kumar Singh é um indiano que resolveu nadar contra a corrente e se casar com uma Dalit – considerada a classe mais suja da sociedade indiana. O que ele não esperava era que sua vida fosse mudar tanto. Nascido em uma família tradicional, Singh foi considerado morto por seus familiares depois do casamento com a “intocável”.
A família de Singh declarou que ele era um “homem morto” para eles. “Familiares e vizinhos fizeram atécerimônias fúnebres para provar que eu estava morto”, afirmou ao jornal “The Telegraph”.
Por causa do status de morto, Singh não tem mais casa e nem terras para viver. O indiano tentou contar seu drama para o primeiro-ministro do país, mas não obteve resposta nenhuma. Lutando para se sentir vivo novamente, a única solução que o homem encontrou foi a de ter seu nome em algum documento oficial do governo.
Para isso, ele buscou uma solução inusitada: candidatou-se à presidência da Índia. Embora o país seja parlamentarista, eles elegem um presidente para ser chefe de Estado e comandante das Forças Armadas.
De toda forma, Singh não está nem um pouco preocupado com as eleições. Ele anseia apenas voltar a ser oficialmente vivo. “Preenchi a ficha para ser candidato à presidência somente para provar que estou vivo. Não quero ser presidente. Tudo o que quero é provar que estou vivo. Se o governo não pode fazer isso, que me mate de uma vez e faça um verdadeiro atestado de óbito.”, praguejou.

João Filho

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário